A TENDA NA ROCHA

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

GESE

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

HORÁRIO

PLANETA VOLUNTÁRIOS

SBB NOTICIAS





OCIOSO

PLANETA VOLUNTÁRIOS

NUMEROS PARA APOSTAR NA MEGASENA

Seguidores

SINTECT-PE

FONE 81-(3222-4002)
(3221-4054)
(3221-6459)
RUA DOM VITAL 73
SANTO AMARO- RECIFE-PE.

SINTECT-PE

UOLHOST

DIGNOW

a492a8bb-a331-468a-92ef-84b31e9b1606

FIQUE SABENDO

Tecnologia do Blogger.
quinta-feira, 21 de março de 2013

BLOG DE POLITICA- JOSUE NOGUEIRA

Eduardo e o “assédio amigo” ao PSDB: Serra e Virgílio no alvo

...
Se aflige os aliados do PT com suas constantes críticas ao governo de Dilma Rouseff, o governador e presidenciável Eduardo Campos (PSB) também começa a incomodar o PSDB, do senador Aécio Neves.
Afinal, conversar, secretamente, com o ex-governador José Serra para tratar de 2014 é uma investida que deve preocupar e muitos os tucanos  (LEIA AQUI matéria do Diario).
Isso porque Serra esperneia e alardeia sua discordância da candidatura de Aécio ao Planalto e já estaria pronto para deixar o PSDB.
Ou seja, evidencia o antigo racha da legenda justamente num momento em que Dilma, candidatíssima à reeleição, aparece bem avaliada.
Diante desse quadro que desafia a paciência do comando da sigla tucana, constatar que o ex-governador é sondado por Eduardo não deve ser nada agradável.
Aliás, a informação surge no mesmo momento em que circula a notícia de o governador do Amazonas Arthur Virgílio (PSDB) também estaria disposto a se filiar ao PSB.
Caso o seu partido vote a favor da unificação do ICMS, o que prejudicaria a Zona Franca de Manaus, Virgilio daria adeus aos tucanos e viraria socialista.
O convite já teria sido feito por Eduardo Campos.
Quer dizer, o governador de Pernambuco abriu várias frentes no seu projeto de eleger-se presidente do país.
Ao mesmo tempo em que aponta falhas na gestão de Dilma – num caso de fogo amigo com altas chamas – tenta atrair insatisfeitos sejam de onde for.
O curioso nisso tudo é que o PSB é aliado dos tucanos em vários estados e os partidos se gabam de manter uma boa relação.
Acontece, porém, que o PSDB também tem candidato a presidente e não deve deixar o assédio por menos.

Eduardo chamaria Dilma para fazer o passo do xaxado ou dançaria só?

O prazo de validade da aliança entre o PSB, do governador Eduardo Campos, e o governo da presidente Dilma Rousseff (PT) está esgotando.
Nos últimos dias a corda foi esticada pelo socialista que fez qustão de engrossar críticas à gestão da petista, evidenciando ainda mais seus planos, não assumidos, de concorrer à cadeira que hoje Dilma ocupa.
É nesse clima de tensão, de conflitos de interesses e de fogo amigo queimando a relação que Eduardo recebe Dilma em Pernambuco nesta segunda-feira.
Vão, juntos, inaugurar uma adutora em Serra Talhada (Sertão). Também cortarão a fita de um trecho duplicado da BR-408, em São Lourenço, no Grande Recife.
Como está se inserindo cada vez mais na campanha, não é esquisito imaginar que o governador possa fazer uns passos de xaxado na terra de Lampião, durante a entrega da adutora.
Seria uma atitude condizente com quem não se intimidou a jogar vôlei sentado com deficientes físicos, domingo, em Boa Viagem.
Resta saber se ele dançaria sozinho ou convidaria a presidente para fazer uma coreografiazinha inspirada nas danças de Lampião e Maria Bonita.
Gibão de couro ela já tem. Ganhou quando esteve no Piauí inaugurando obras em janeiro.

Não é piada: ações para a seca motivam debate em Brasília


...
Com a seca completando dois anos de efeitos crueis sobre o Semi-Árido, parlamentares do Nordeste e ministros reuniram-se nesta quarta-feira em Brasília para tratar, imaginem só, das prioridades no enfrentamento da estiagem.

Ou o calendário do Distrito Federal marca março de 2012 ou esta preocupação atrasada tem a ver como retorno da presidente Dilma Roussef ao Nordeste.

Dilma volta a Pernambuco na próxima segunda-feira. Vai inaugurar adutora em Serra Talhada (Sertão esturricado) e entregar trecho da duplicação da BR-408, em São Lourenço.
Na reunião, os deputados tiveram um cara-a-cara com os ministros Fernando Bezerra Coelho (Integração), Gleisi Hoffmann (Casa Civil) e Ideli Salvatti (Relações Institucionais)

Entre ações emergerciais elencadas, segundo o coordenador da bancada, deputado federal Pedro Eugênio (PT-PE), estão: a garantia de água para a população e para os animais, a oferta de milho para alimentação dos animais e a desburocratização das ações.
As informações são da assessoria de Pedro Eugênio.
…Continue lendo…

É prefeitura chiando e deputado querendo criar mais municípios

...
Na contramão do senso comum e das evidentes dificuldades de cofre e gestão que enfrentam as prefeituras, há quem defenda a criação de novos municípios.
O deputado estadual Odacy Amorim (PT) ocupou a tribuna da Assembleia Legislatiba na tarde desta quarta-feira para fazer campanha para a emancipação de localidades interioranas.
“Nenhum distrito emancipado em Pernambuco quer voltar a situação anterior”, disse.
O parlamentar defendeu a votação do projeto de lei do Governo Federal que regulamenta a emenda para a criação de cidades, devolvendo às Assembleias Legislativas o poder de regularizar as emancipações nos estados.
As informações são do site do Poder Legislativo estadual.
O deputado afirmou que Pernambuco tem vários exemplos de distritos que prosperaram após se tornarem autônomos, e citou o caso de Dormentes, de onde sai boa parte dos bovinos que abastecem o Estado, Lagoa Grande, cidade da uva e do vinho, e Santa Cruz do Capibaribe, que é sede do Polo de Confecções.
…Continue lendo…

Dados das três ultimas eleições indicam que teto do PT é 47%

Socialista e dois futuros oponentes: 2014 chegando
Presidente e dois prováveis oponentes: 2014 chegando
Ainda são raras as sondagens sobre intenção de votos para a corrida presidencial de 2014.
Por isso mesmo qualquer número que apareça tratando da popularidade da presidente Dilma Rousseff ganha realce e motiva reações eleitoreiras.
Possíveis concorrentes da presidente – pré-candidata à reeleição -, o governador Eduardo Campos (PSB) e o senador Aécio Neves (PSDB) se manifestaram.
Ambos tentaram minimizar os ótimos índices da petista, registrados na pesquisa CNI/Ibope, divulgada nesta terça-feira. Confira abaixo:
Aprovação de Dilma teve maior crescimento no Nordeste: 85%
O tucano afirmou que tudo é obra da publicidade oficial. Já o socialista disse não ver alteração em relação a pesquisas divulgadas anteriormente. E alertou para ninguém cantar vitória antes da hora.
Pois bem. Diante do “tô nem aí” que os dados da CNI provocaram, vale recordar o que César Maia (DEM), ex-governador do Rio de Janeiro, publicou em fevereiro no seu blog sobre pesquisas e corrida presidencial.
Num post intulado “Curiosidades das eleições presidenciais de 2002, 2006 e 2010! E lições para 2014!”, conclui que o PT tem como teto pouco mais de 40% dos votos, o que deixa margem para a ocorrência de segundo turno.
O teto vai ser o mesmo em 2014? É a grande pergunta que se faz e é para isso que Eduardo tanto trabalha: quer provocar o segundo turno e, para isso, precisa que Aécio e a ex-senadora Marina Silva se firmem no jogo sucessório.
As observações de César Maia indicam que as previsões das pesquisas sempre apontaram um petista na frente, mas invariavelmente indicando o segundo turno, o que acabou ocorendo nos três pleitos.
Eleição de 2002
A pesquisa mais antiga disponível no site do Datafolha, de dezembro de 2001, dava a Serra 11% das intenções de voto e a Lula 43%.
Na eleição, Lula teve 46,4% dos votos totais e Serra 23,1%. Garotinho entrou como tercius com 17,8%.
Eleição de 2006
Na pesquisa do Datafolha de dezembro de 2004, Lula tinha 44% e Alckmin 13% das intenções de voto.
Na eleição, Lula obteve 48,6% dos votos totais e Alckmin 41,6%%.  Não houve tercius. Heloisa Helena obteve 6,8%.
Eleição de 2010
Dilma mal aparecia nas pesquisas de 2009, pois estava sendo apresentada por Lula, pelo Brasil afora.
Na eleição, Dilma obteve 46,9% dos votos totais e Serra 32,6%. Houve tercius: Marina com 19,3%.
Conclusões
Coincidentemente, nas 3 eleições os petistas obtiveram no primeiro turno, em média, 47% dos votos totais. Coincidência? Ou teto para 2014?
Serra e Alckmin partiram de um patamar no entorno superior a 10%, e entraram no vácuo. Serra dobrou as intenções de voto e Alckmin triplicou.
Na eleição de 2006, com um candidato à esquerda, não houve tercius. Nas eleições de 2002 e 2010, quando o tercius foi  evangélico, tanto Garotinho quanto Marina ficaram no mesmo patamar: 17% e 19% sugerindo que é o voto conservador-cristão que ocupa um espaço significativo na eleição presidencial e não o voto de esquerda/ambiental/costumes.

0 comentários:

CLIMA E TEMPO

NOTICIAS GOSPEL

Widget gerado por Gospel Prime

OCIOSO

LEITURA BIBLICA





DESAPARECIDOS

DIGNOW

TOTAL DE VISITAS

BLOG CDD PRAZERES...

DIGNOW

6c4a6a7b-0a66-47f8-bdeb-d2b026779d90

UOLHOST

Pesquisar este blog

Translate

Google+ Badge

Google+ Followers

ATIVIDADES SEMANAIS DA IGREJA BATISTA DOS GUARARAPES

ATIVIDADES SEMANAIS DA IGREJA BATISTA DOS GUARARAPES