A TENDA NA ROCHA

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

GESE

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

HORÁRIO

PLANETA VOLUNTÁRIOS

SBB NOTICIAS





OCIOSO

PLANETA VOLUNTÁRIOS

NUMEROS PARA APOSTAR NA MEGASENA

Seguidores

SINTECT-PE

FONE 81-(3222-4002)
(3221-4054)
(3221-6459)
RUA DOM VITAL 73
SANTO AMARO- RECIFE-PE.

SINTECT-PE

UOLHOST

DIGNOW

a492a8bb-a331-468a-92ef-84b31e9b1606

FIQUE SABENDO

Tecnologia do Blogger.
quinta-feira, 25 de abril de 2013

NOTICIAS DO PT - PARTIDO DOS TRABALHADORES


Lula em entrevista a TV mexicana: “coloquei o combate à fome como uma obsessão na minha vida”
(Foto: Ricardo Stuckert/Instituto Lula)

"Toda vez que eu for convidado para participar de um evento ligado ao combate à fome eu estarei presente. Por que eu acredito que é possível"


O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva renovou seu compromisso com o combate à fome no Brasil e no mundo em entrevista que concedeu ao canal mexicano Televisa, em sua mais recente viagem ao México. Num vídeo de 15 minutos, o ex-presidente do Brasil fala sobre a experiência brasileira no combate à fome e a miséria, que inspirou o programa “Mexico sin hambre”, lançado na semana passada. Lula foi convidado pelo presidente do México Enrique Peña Nieto para acompanhar o lançamento do programa no estado mexicano de Chiapas.
Em entrevista concedida ao apresentador Joaquín López-Dóriga no sábado, dia 20,  e exibida na TV mexicana nos dias 22 e 23 deste mês, Lula deixa claro que não é apenas a comida que vai resolver o problema da pobreza, mas é um primeiro passo para transformar a vida dos cidadãos em uma vida mais digna e com mais oportunidades. E que introduzir os mais pobres no mercado de trabalho e no universo de consumidores foi importante para toda a economia do país. “Eu aprendi uma lição: os pobres não foram o problema, foram a solução no Brasil”.
Para ver o vídeo da entrevista, clique nos links abaixo:
Leia abaixo um resumo dos principais trechos da entrevista:
Somente quem já passou fome sabe o que é
No primeiro trecho da entrevista, o ex-presidente recorda que, ainda criança, da imagem de cinco irmãos e uma mãe sentados ao lado do fogão sem ter nada para cozinhar. E que não conseguia entender como num país do tamanho e com todo o potencial do Brasil, alguém pudesse ir para a cama sem ter o que comer. Como não entende hoje, como um bilhão de pessoas no mundo podem ir para a cama todos os dias passando fome. “Somente quem já passou fome sabe o que isso. Eu coloquei o combate à fome como uma obsessão na minha vida”. E citou seu discurso de posse, no qual disse que se ao final de seu mandato tivesse garantido três refeições diárias a todo brasileiro, ele já teria feito a obra de sua vida.
Pobreza não é falta de comida, é falta de vergonha dos governantes
Pobre faminto não participa de sindicato, não tem partido, não tem nem força para fazer passeata. Além disso, empresário nenhum quer cuidar de pobre. Portanto, “é o Estado quem tem obrigação de transformar essa gente em cidadãos. De dar o pontapé inicial para que ele comece a trabalhar, ganhe dinheiro e vire um cidadão digno, um consumidor”. Lula defendeu que o combate à pobreza tem que fazer parte do orçamento da união. E bateu forte na tecla do crédito para os pequenos empreendedores, sejam costureiras, vendedores de tacos nas ruas do México ou cooperativas de catadores de materiais recicláveis. “Eu aprendi uma lição. Os pobres não foram problema, eles foram a solução no Brasil”.
Programa Fome Zero no México
O ex-presidente conta que já havia conversado com o presidente Enrique Peña Nieto quando ele ainda era candidato e que os programas são similares, mas cada país tem que levar em conta sua realidade local. “Saio daqui com orgulho de ver que um país como o México também está preocupado com o probela da fome”.
Críticas
“Tudo isso eu também senti no Brasil”, disse o ex-presidente, que leu na imprensa mexicana críticas dizendo que o programa “Mexico sin hambre” é populista, assistencialista ou esmola com propósito eleitoral. “Eu acho que combater a fome, dar um prato de comida para uma criança dormir tranquila à noite, é tão sério, que eu não me importava com essas críticas”. E completou: “O dado concreto é que o programa deu certo”.
O problema da fome não se resolve com um prato de comida
O faminto não tem força para trabalhar, brigar, nem para levantar a voz para se defender. O ex-presidente nega que exista o conflito entre dar o peixe ou ensinar a pescar. “Temos que fazer as duas coisas junto. Enquanto ele estiver pescando, ele está comendo o peixe”. E explica: “Não é um prato de comida que vai resolver o problema do pobre, mas [esse prato] vai dar a ele mais saúde, mais disposição para trabalhar e disposição para procurar resolver os problemas de sua vida”. Lula reforça que o prato de comida é o primeiro passo. A fome não leva à revolução, leva à submissão. “Como é que em 10 anos nós conseguimos no Brasil tirar 33 milhões de pessoas da linha da pobreza e, ao mesmo tempo elevar 40 milhões de brasileiros à classe média? Não foi apenas a comida, foi um conjunto de políticas públicas”.
A melhor forma de fazer oposição é trabalhar melhor que o presidente
“Cada partido político pode fazer a crítica que quiser. Isso faz parte da democracia”, opina o ex-presidente Lula, mas ele diz que a melhor forma de fazer oposição é pelo trabalho é “[os governadores de oposição] fazerem em seus estados melhor do que o presidente faz”. Se a oposição buscar vencer pelo trabalho, pelo positivo, e não pelo negativo, quem vai sair ganhando com isso é o México e o povo mexicano.
Democracia ou bem-estar?
O entrevistador da Televisa, Joaquín López-Dóriga, diz ao ex-presidente Lula que há alguns anos, uma pesquisa na América Latina apontou que a maioria dos entrevistados preferia bem-estar à democracia. Lula comenta que mostra como a miséria é um risco para a democracia. “A democracia só se sustenta quando as pessoas se sentem participantes do governo”, e isso não é possível com a fome. E encerra reforçando seu compromisso com o combate à fome no mundo. “Toda vez que eu for convidado, em qualquer lugar do mundo, para participar de um evento ligado ao combate à fome eu estarei presente por que eu acredito que é possível. Se deu certo no Brasil, pode dar certo em qualquer país do mundo”.
(Instituto Lula)
FONTE- PT

0 comentários:

CLIMA E TEMPO

NOTICIAS GOSPEL

Widget gerado por Gospel Prime

OCIOSO

LEITURA BIBLICA





DESAPARECIDOS

DIGNOW

TOTAL DE VISITAS

BLOG CDD PRAZERES...

DIGNOW

6c4a6a7b-0a66-47f8-bdeb-d2b026779d90

UOLHOST

Pesquisar este blog

Translate

Google+ Badge

Google+ Followers

ATIVIDADES SEMANAIS DA IGREJA BATISTA DOS GUARARAPES

ATIVIDADES SEMANAIS DA IGREJA BATISTA DOS GUARARAPES